Quem organiza?

Coletivo de Comunicadores Populares

http://www.comunicadorespopulares.org

Quem somos?

Somos um coletivo que reúne comunicadores(as) populares de diferentes segmentos e áreas de atuação social com o compromisso de lutar por um direito fundamental do ser humano, o direito à comunicação.

Porque surgimos?

No Brasil, seis famílias (Civita, Marinho, Frias, Saad, Abravanel e Sirotsky) “produzem” uma parcela significativa da informação que chega aos 184 milhões de habitantes. Quase sem fiscalização, concentram em suas mãos um poder gigantesco de manipulação, contrariando a legislação federal sobre monopólio. Para garantir seus lucros e os de seus investidores, essas famílias não hesitam em criminalizar as lutas dos movimentos sociais e distorcer a realidade vivida pelos(as) trabalhadores(as). Em Campinas, não é diferente: a Rede Anhanguera de Comunicação (RAC) monopoliza os meios impressos na cidade e região (Correio Popular, Diário do Povo, Notícia Já, Gazeta do Cambuí, Gazeta de Piracicaba, Gazeta de Ribeirão). É com esse poder que (de)formam a opinião pública tratando, em geral, as manifestações populares como casos de polícia.O Coletivo de Comunicadores(as) Populares surge dessa vontade de criar canais de comunicação popular entre os movimentos sociais e os trabalhadores e as trabalhadoras; surge da necessidade de lutar contra a criminalização dos movimentos sociais realizada pela grande mídia; surge do desejo de falar, de ter voz, de quebrar o enorme silêncio que nos é imposto.

O Coletivo de Comunicadores(as) Populares surge dessa vontade de criar canais de comunicação popular entre os movimentos sociais e os trabalhadores e as trabalhadoras; surge da necessidade de lutar contra a criminalização dos movimentos sociais realizada pela grande mídia; surge do desejo de falar, de ter voz, de quebrar o enorme silêncio que nos é imposto.

O que é a Comunicação Popular

A comunicação popular é uma comunicação libertadora, que tem o povo como gerador e protagonista. Os meios de comunicação, nessa perspectiva, são concebidos como instrumentos para uma educação e organização popular, alimentadores de um processo social transformador.

Nossos Objetivos

  • Apoiar: estabelecer uma rede de apoio aos movimentos sociais e organizações populares de Campinas e região buscando em parceria com os mesmos construir estratégias de comunicação popular;
  • Produzir: incentivar a produção coletiva de instrumentos e materiais de comunicação popular (vídeos, jornais, camisetas, material fotográfico etc.);
  • Exibir: dar visibilidade às lutas dos movimentos sociais e à realidade dos trabalhadores e trabalhadoras, funcionando como instrumento de contra-informação;
  • Lutar pelo direito à comunicação: atuar de forma pemanente nessa luta / organizar a luta;
  • Formar: promover espaços de formação internos ao coletivo de comunicadores populares, abertos às organizações sociais e à comunidade em geral.

Resistir, produzir, exibir como luta pelo direito à comunicação!