Todos os posts de Organização da Mostra Luta

Sessão da Mostra Luta, com dois filmes de Campinas, ocupa e reivindica sala de cinema no MIS

mostra luta

Ontem, dia 15 de outubro, a Mostra Luta realizou uma ocupação na inacabada Sala Glauber Rocha, no MIS, pelo segundo ano consecutivo. Como destacou a historiadora e funcionária do MIS, Sonia Fardim, a ação faz parte da luta histórica realizada para a construção de uma sala pública de cinema no MIS. Orestes Toledo, também historiador e funcionário do MIS, ressaltou a vontade de que a sala tenha toda a estrutura necessária para o cinema, desde que seja auto-gestionada pela população, como são as demais atividades no museu.

A ocupação já havia ocorrido no ano passado, com a presença do diretor de cultura de Campinas, Gabriel Rapassi. Na ocasião, ele havia se comprometido com a construção da sala. Uma ano depois, ainda aguardamos que seja iniciado o projeto e continuamos a ocupar o espaço para cobrar esta reivindicação histórica, dentro do direito ao acesso à cultura e da necessidade de uma sala de cinema na cidade.

Durante a “Ocupação sala de cinema Glauber Rocha” foram exibidos quatro filmes. Os dois primeiros foram produções de Campinas. Crônica de uma obra aberta, de Viviana Echávez, Flávio Ferrão e Alberto Cohon, foi resultado de um curso de documentário no MIS. O trabalho retrata a busca dos participantes na realização de um filme sobre a democracia e frente à surpresa das manifestações de 2013, que mudaram o rumo do projeto. O segundo, Quem não é visto não é lembrado, de Gabriel de Barcelos, busca fazer uma reflexão sobre o uso da câmera dentro das lutas sociais.

Além dos dois filmes campineiros, foram exibidos Independência ou… da TV Viva, grupo pernambucano dos anos 80 que atuou no campo do vídeo popular e da TV de rua e Jornada dos Povos na Serra do Padeiro, sobre a luta indígena na Bahia. Os filmes geraram vários debates, ao final da exibição tanto sobre a linguagem do cinema, como sobre as questões políticas abordadas.

mostra luta 2

 

mostra luta 3

Mostra luta continua hoje

A Mostra Luta segue com o debate “Tecnologias e Lutas: Pré-Encontro de Comunicadoras e Comunicadores Livres de Campinas”, com a presença do TC Silva, da Casa de Cultura Tainã e outros convidados. Hoje, dia 16 de outubro, a partir das 19 hs, no MIS, Campinas.

Veja a programação completa

fotos: Sonia Fardim

Ditadura militar marcou as discussões na abertura da Mostra Luta

mostra luta

A Sétima Mostra Luta teve o seu início ontem, dia 10 de outubro, com a abertura de duas exposições. Além da tradicional mostra de fotografias das lutas sociais, os participantes tiveram acesso às ilustrações de Didi Helene, do livro Brasil: Ditadura Militar- um livro para os que vieram bem depois de nós, trabalho que traz a história do regime ditatorial no Brasil, para crianças.

Na parte do audiovisual, ocorreu a exibição do longa ficcional Corte Seco, de Renato Tapajós. O filme, com características autobiográficas, mostra a experiência vivida pelos presos políticos na Ditadura Militar, mostrando de forma bem crua e direta as torturas e o dia-a-dia dos militantes da resistência, na prisão. Após a exibição, os participantes conversaram com o diretor, presente na sessão, fazendo perguntas e colocações sobre o trabalho.

A Mostra Luta segue hoje, dia 11 de outubro, com teatro exibições de rua. Na Praça Bento Quirino ocorrerá a apresentação de Fuleiro Circo, da Companhia Estudo de Cena, às 17h30. Logo após, no mesmo local, serão exibidos os curtas Relato de uma Experiência: A farsa da Justiça em El Dorado dos Carajás, Revolta da Roleta e Unindo quebradas 1: o Filme.

Saiba mais informações pela programação completa

A 7ª Mostra Luta!

7ªMostraLutaCartazFINAL

A Mostra Luta!, evento que já está em sua sétima ediçao consecutiva em Campinas-SP, acontece este ano de 10 a 19 de Outubro e terá programações abertas e gratuitas em vários espaços da cidade.

Neste ano, a 7ª Mostra Luta! terá como eixos centrais temáticos, alguns debates relevantes por meio de obras audiovisuais independentes, que trazem discussões atuais num contexto nacional, entre eles estão: os “50 anos do Golpe Civil-Militar de 1964”, “Tecnologias e Lutas – Pré Encontro de Comunicadoras e Comunicadores Livres de Campinas”, “Luta e Resistência da Cultura Negra em Campinas – Nação Nagô 10 Anos” e “A Luta Indigena no Brasil”.

A abertura deste ano contará com o lançamento em Campinas do último filme do Renato Tapajós, “Corte Seco” (2014), e terá a presença do diretor, no Museu da Imagem e do Som de Campinas, no dia 10 de outubro, às 19h. No domingo, dia 12 de outubro, será exibido o filme “Cabra Marcado Para Morrer”, em homenagem ao cineasta documentarista, Eduardo Coutinho, com o primeiro longa metragem de sua carreira.

Entre as outras atividades da programação acontecerão tambem: exibição e discussão de filmes, teatro, dança, formações, debates, intervenções artísticas, exposição de desenhos e trabalhos fotográficos, música e festa multilinguagem.

Desde o início do ano Coletivos de Comunicadores Populares locais realizaram encontros e reuniões para a construção participativa da Mostra e a partir de junho, foi aberta uma chamada pública de produções de foto e vídeo que recebeu bastantes obras muito representativas de lutas sociais e populares de de várias regiões do Brasil.

A Mostra Luta! Já acontece há sete anos, propondo um exercício de organização, formação, produção, difusão e circulação de obras audiovisuais de cunho popular e social, que levantem e/ou amplifiquem narrativas e realidades sociais ainda pouco visibilizadas nos espaços políticos e culturais das cidades. É também um festival independente e alternativo de movimentos de luta em busca da democratização da comunicação do país.

Veja o Folder com a programação:

7aMostraLutaMostraLutaProgramacaoFRENTE

7aMostraLutaMostraLutaProgramacaoVERSO

Acesse a programação completa

 

Exposição Fotográfica 7ª Mostra Luta!

01

Mulheres Empoderadas, Campinas. 2014. Arcília Lima.

02

Somos Todas Vadias, Campinas. 2014. Arcília Lima.

03

Oposição, Campinas. 2014. Arcília Lima.

04

Gerações em Luta, Campinas. 2014. Arcília Lima.

05

Terra, direito e dignidade, Campos Grande. 2014. Eliel Freitas Jr.

06

Mulheres na Luta, Nova Alvorada do Sul. 2013. Eliel Freitas Jr.

07

Somos Todos Indígenas, Somos Todos Sem-Terra, Campos Gran. 2014. Eliel Freitas Jr.

08

Basta de Violência Contra as Mulheres do Campo, Nova Alvorada do Sul. 2013. Eliel Freitas Jr.

09

VI Congresso Nacional do MST, Brasília. 2014. Eliel Freitas Jr.

10

Nossa Copa é Na Rua, Rio de Janeir0. 2014. Fábio Caffé.

11

Grito por Direitos, Rio de Janeiro. 2013. Fábio Caffé.

12

Somos Todos Favela, Rio de Janeiro. 2013. Fábio Caffé.

13

A Festa dos Estádios Não Valem as Lágrimas da Favela, Rio de Janeiro. 2014. Fábio Caffé.

14

Mulheres Na Luta, Rio de Janeiro. 2013. Kátia Carvalho.

15

Contra o Leilão do Pré-Sal, Rio de Janeiro. 2013. Kátia Carvalho.

16

Grito de Liberdade, Rio de Janeiro. 2013. Kátia Carvalho.

17

Povo na Rua, Rio de Janeiro. 2013. Kátia Carvalho.

18

Primeiro Grande Ato de Manifestação em Hortolândia, Hortolândia. 2013. Leandro Nascimento.

19

Mulheres na Marcha, Mulheres na Luta, São Paulo. 2014. Lineu Kohatsu.

20

Mulheres na Marcha, Mulheres na Luta, São Paulo. 2014. Lineu Kohatsu.

21

Mulheres na Marcha, Mulheres na Luta, São Paulo. 2014. Lineu Kohatsu.

22

Ocupação Caju 01, Rio de Janeiro. 2013. Luiz Baltar.

23

Ocupação Caju 02, Rio de Janeiro. 2013. Luiz Baltar.

24

Remoção Manguinhos 01, Rio de Janeiro. 2013. Luiz Baltar.

25

Ocupação Maré 01, Rio de Janeiro. 2014. Luiz Baltar.

26

Ocupação Maré 02, Rio de Janeiro. 2014. Luiz Baltar.

27

A Batalha da Presidente Vargas, Rio de Janeiro. 2013. Stefano Figalo.

28

Setembro Negro, Rio de Janeiro. 2013. Stefano Figalo.

29

Lapa, Rio de Janeiro. 2013. Stefano Figalo.

30

Black Blocs, Rio de Janeiro. 2013. Stefano Figalo.

31

500.000, Rio de Janeiro. 2013. Stefano Figalo.

 

 

Prorrogação para inscrições no Edital Mostra Luta – até 10 de agosto

ProrrogaçãoEditalMostraLuta

O Coletivo de Comunicadores Populares de Campinas informa que o Edital de inscrição de filmes e trabalhos fotográficos da 7ª Mostra Luta será prorrogado até o dia 10 de agosto. Tod@s @s interessad@s poderão se inscrever seguindo as instruções do edital que está disponível no site: www.mostraluta.org e aceitará a postagem dos materiais via correio até a data do dia 10 de agosto.

Festival Flaskô de Cultura – 11 anos sob controle operário

A Flaskô é uma fábrica ocupada que produz tambores e que está sob controle dos trabalhadores desde a falência provocada pelo patrão em 2003. Em agosto de 2010, ocorreu o primeiro Festival em decorrência da criação da Fábrica de Esportes e Cultura da Flaskô. A iniciativa tem como objetivo potencializar a luta dos trabalhadores da fábrica e promover atividades culturais e esportivas para a comunidade do entorno. Foi criado também o galpão de esportes e cultura, onde acontecem atividades de caráter público, com construção coletiva, oferecendo um espaço cultural que a cidade de Sumaré tanto carece.

Neste galpão atualmente há atividades semanais como aulas de EJA, cirandas com as crianças, exibição de filmes no Cine Flaskô, atividades esportivas na Pista de Skate, assembléias e mutirões mensais para a organização do espaço, apresentações musicais, visitas à linha de produção da fábrica e atividades culturais diversas.

A inscrição para o evento é gratuita. Para aqueles que forem participar é solicitado que se inscreva no site www.festivalflasko.org.br para que a comissão organizadora possa oferecer a melhor infraestrutura possível aos participantes. Será aberto um espaço para alojamento solidário para aqueles que não forem do município, com refeições coletivas nos dias do evento.

Para maiores informações sobre o evento e consulta da programação, acesse o site: www.festivalflasko.org.br/

O Festival de Cultura da Flaskô acontece entre os dias 29 e 31 de agosto e contará também com atividades pré-festival entre os dias 22 e 24 de agosto. As atividades acontecerão na Fábrica e nos arredores dela.

Endereço: Rua Marcos Dutra Pereira, 300, Parque Bandeirantes, Sumaré.

Cartaz Festival Flaskô 11 Anos

Inscrições abertas para a 7ª Mostra Luta! Consulte os editais para a inscrição de vídeos e/ou trabalhos fotográficos!

MostraLuta2014

7ª MOSTRA LUTA!

O Coletivo de Comunicadores Populares está organizando a 7ª Mostra Luta! Mais uma vez, além de garantir o espaço de exibição e debate de filmes que abordem lutas sociais, esperamos que a Mostra seja um estímulo à produção audiovisual sobre a realidade e a luta de trabalhadoras e trabalhadores, movimentos sociais e populares. Iniciamos o ano de 2014 com diversas mobilizações que foram recebidas, novamente, por bombas e balas de borracha.

A repressão da ditadura militar ainda repercute nos dias de hoje, 50 anos após o golpe civil e militar de 1o de abril de 1964. A memória deste período nos ajuda a refletir sobre as conquistas, utopias e barbáries da atualidade, ano em que o Brasil sediará Copa do Mundo de Futebol; ano de eleições presidenciais; ano em que a luta continua. No entanto, estas vozes da rua que clamam por direitos sociais são, quase sempre, caladas pelo monopólio dos meios de comunicação.

A Mostra Luta se junta a essas vozes e oferece suas telas para projetar as diversas resistências que fazem a história deste país e do mundo. É de nosso interesse acessar e projetar histórias que geralmente não são contadas!

Inscreva-se! Participe! Ajude a divulgar!

As inscrições serão recebidas do dia 11 de Junho até o dia 31 de Julho. Os materiais postados após esta data não participarão da seleção.

Organização da 7ª Mostra Luta!

Coletivo de Comunicadores Populares

Mais informações e inscrições no edital

 

Plenária popular pelo direito à comunicação: hoje, na Mostra Luta!

mega fone

Convidamos a todo mundo interessado na luta pelo direito à comunicação, pela comunicação popular e livre, contra a repressão e os monopólios e a favor de uma nova forma de fazer mídia, para a Plenária Popular na Mostra Luta!, realizada hoje, dia 25., às 19h30 no MIS-Campinas.

A proposta é ter a palavra aberta para discutir e propor ações nesta luta, a partir das experiências e demandas de comunicadores, midialivristas e demais interessados.

Entre os pontos de pauta:

- Contra a repressão de militantes e das rádios comunitárias e livres.
- Contra o monopólio na comunicação.
- Pela regulamentação da comunicação social no país, em favor de uma comunicação democrática.
- Pelo direito dos movimentos da sociedade terem direito às TVs públicas e comunitárias.
-  Pela organização dos comunicadores populares em mídias de resistência e na luta política pelo direito à comunicação.

Transmissão ao vivo pelo http://socializandosaberes.net.br/

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

6a. Mostra Luta realiza sessão-ocupação na “Sala (inacabada) Glauber Rocha”

mis-campinas

 Nesta quinta-feira, 24 de outubro, às 19h30, a 6ª Mostra Luta realizará uma sessão especial de exibição de filmes no Museu da Imagem e do Som de Campinas: a SESSÃO ESPECIAL: OCUPAÇÃO SALA GLAUBER ROCHA. Para quem não sabe, existe uma sala de cinema inacabada no MIS: sua estrutura está pronta, mas falta o acabamento da obra, a instalação de isolamento acústico e toda a estrutura necessária para a exibição de filmes (cadeiras, projetor, ar condicionado etc.).

No entanto, por falta de investimento, este projeto não foi concluído. Esta exibição  realizará a inauguração simbólica da já batizada “Sala Glauber Rocha” com o intuito de chamar a atenção da população e do Poder Público para este espaço ocioso com grande potencial cultural e educativo. Para a exibição, foram convidados o Secretário de Cultura de Campinas, Ney Carrasco; o diretor de cultura de Campinas, Gabriel Rapassi; a coordenadora do MIS Campinas, Adriana Maciel; os funcionários e funcionárias do MIS Campinas; a cineasta Dayz Peixoto e o cineasta Henrique de Oliveira Júnior, fundador do MIS Campinas.

Além disso, a proposta é que a população de Campinas se aproprie deste espaço, transformando-o numa SALA PÚBLICA GERIDA PELA POPULAÇÃO. Este projeto converge com a atual estrutura de organização do MIS Campinas, que se tornou a instituição pública mais democrática da cidade na última década. Além da programação planejada pelos funcionários, o MIS abre suas portas para que a sociedade civil sugira mostras, exposições, exibição de filmes e cursos, cumprindo relevante papel educativo, artístico e cultural na cidade. Por isso, a reivindicação do término da construção da Sala Glauber Rocha vem junto com uma série de outras demandas para que o MIS Campinas se torne um espaço com melhores condições físicas e estruturais para atender as demandas sociais.

Por isso, convocamos a população de Campinas a participar desta SESSÃO-ESPECIAL:  OCUPAÇÃO SALA GLAUBER ROCHA  e reivindicar mais um espaço de utilidade pública para a cidade. Ajude a divulgar!

maranhao-66

Sessão Especial: Ocupação Sala Glauber
24/10 quinta-feira

19:30h

Ocupação da sala Glauber Rocha, no MIS- Campinas. Para lembrar da importância do espaço, que há anos abriga um projeto inacabado de uma sala de cinema

Rocha Maranhão 66 (Glauber Rocha, 1966, 10’)O filme é uma encomenda de José Sarney, que acabava de ser eleito governador do estado do Maranhão. Sem complacência para com o político, o filme é construído como um verdadeiro desafio às suas promessas eleitorais demagógicas.

Ser (Henrique de Oliveira Jr., 1969, 2’). O nascimento, a diversidade de caminhos e a morte: os contrastes da vida através dos pés. Filme premiado em 3º lugar no V Festival do Jornal do Brasil (1969).

Tabela (Henrique de Oliveira Jr., 1977, 8’). Filme experimental premiado na 1ª Mostra do Filme Super 8 de Buenos Aires (1977) e no Festival Internacional das Ilhas Canárias (1980).

 Um pedreiro. (Dayz Peixoto, 1966, 11’). Documentário poético sobre a vida pessoal e profissional de um operário da construção civil.

Toninho abrindo as portas do Palácio (Sônia Fardin, 2001, 2’). Toninho instala seu Gabinete de prefeito no Palácio dos Azulejos. 

Livro de visitas (Juliana Siqueira, 2013, 3’). Curta-metragem produzido a partir dos depoimentos deixados pelos frequentadores do MIS Campinas em seu Livro de Visitas.

Padre Milton Santana (Juliana Siqueira, 2013, 20’). A luta de um padre de Campinas, já falecido, que praticou uma doutrina que une cristianismo com socialismo, isto é, a teologia da libertação.

 

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

Flaskô, Assentamento Milton Santos, Guarani-kaiowa e outros temas na sessão de hoje da Mostra Luta!

flasko

Hoje, dia 23,  a Mostra Luta apresenta uma sessão de curtas-metragens de luta, à partir das 19h30, no MIS-Campinas.

Confira a programação:

Entre nós, dinheiro (Coletivo Tela Suja e Cia Estudo de Cena, 2011, 25’).As relações mediadas pelo dinheiro e pela exploração se juntam ao discurso democrático do patrão e à sua própria ilusão no crescimento econômico do país.

Flaskô: A fábrica (Emiliano Goyeneche, 2013, 15’) Um amplo retrato da Flaskô, fábrica ocupada há 10 anos em Sumaré-SP, sob o controle dos trabalhadores.

O encontro do Hierofante com um Burguês. (Cia Estudo de Cena, 2013, 3’). Um pobre e faminto Hierofante tenta atazanar a vida de um burguês.

 Milton Santos - Resistência e Luta (Serviço de Utilidade Pública – SUP – 2013, 18’). A luta do assentamento Milton Santos do MST (Americana, SP), que já tendo sido assentado pelo INCRA, continua sofrendo com ameaças de despejo.

Nuvens de veneno (Beto Novais, 2013, 22’). Documentário expõe as preocupações com as consequências do uso de agroquímicos no ambiente, especialmente na saúde do trabalhador.

Tekoha: a terra sagrada. (Pós TV, 2008, 7’). O filme registra a luta dos Guarani-Kaiowa contra o massacre de seu povo e pela retomada da terra sagrada de Tekoha.

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

fotografia: filme Flakô: a fábrica