6a. Mostra Luta realiza sessão-ocupação na “Sala (inacabada) Glauber Rocha”

mis-campinas

 Nesta quinta-feira, 24 de outubro, às 19h30, a 6ª Mostra Luta realizará uma sessão especial de exibição de filmes no Museu da Imagem e do Som de Campinas: a SESSÃO ESPECIAL: OCUPAÇÃO SALA GLAUBER ROCHA. Para quem não sabe, existe uma sala de cinema inacabada no MIS: sua estrutura está pronta, mas falta o acabamento da obra, a instalação de isolamento acústico e toda a estrutura necessária para a exibição de filmes (cadeiras, projetor, ar condicionado etc.).

No entanto, por falta de investimento, este projeto não foi concluído. Esta exibição  realizará a inauguração simbólica da já batizada “Sala Glauber Rocha” com o intuito de chamar a atenção da população e do Poder Público para este espaço ocioso com grande potencial cultural e educativo. Para a exibição, foram convidados o Secretário de Cultura de Campinas, Ney Carrasco; o diretor de cultura de Campinas, Gabriel Rapassi; a coordenadora do MIS Campinas, Adriana Maciel; os funcionários e funcionárias do MIS Campinas; a cineasta Dayz Peixoto e o cineasta Henrique de Oliveira Júnior, fundador do MIS Campinas.

Além disso, a proposta é que a população de Campinas se aproprie deste espaço, transformando-o numa SALA PÚBLICA GERIDA PELA POPULAÇÃO. Este projeto converge com a atual estrutura de organização do MIS Campinas, que se tornou a instituição pública mais democrática da cidade na última década. Além da programação planejada pelos funcionários, o MIS abre suas portas para que a sociedade civil sugira mostras, exposições, exibição de filmes e cursos, cumprindo relevante papel educativo, artístico e cultural na cidade. Por isso, a reivindicação do término da construção da Sala Glauber Rocha vem junto com uma série de outras demandas para que o MIS Campinas se torne um espaço com melhores condições físicas e estruturais para atender as demandas sociais.

Por isso, convocamos a população de Campinas a participar desta SESSÃO-ESPECIAL:  OCUPAÇÃO SALA GLAUBER ROCHA  e reivindicar mais um espaço de utilidade pública para a cidade. Ajude a divulgar!

maranhao-66

Sessão Especial: Ocupação Sala Glauber
24/10 quinta-feira

19:30h

Ocupação da sala Glauber Rocha, no MIS- Campinas. Para lembrar da importância do espaço, que há anos abriga um projeto inacabado de uma sala de cinema

Rocha Maranhão 66 (Glauber Rocha, 1966, 10’)O filme é uma encomenda de José Sarney, que acabava de ser eleito governador do estado do Maranhão. Sem complacência para com o político, o filme é construído como um verdadeiro desafio às suas promessas eleitorais demagógicas.

Ser (Henrique de Oliveira Jr., 1969, 2’). O nascimento, a diversidade de caminhos e a morte: os contrastes da vida através dos pés. Filme premiado em 3º lugar no V Festival do Jornal do Brasil (1969).

Tabela (Henrique de Oliveira Jr., 1977, 8’). Filme experimental premiado na 1ª Mostra do Filme Super 8 de Buenos Aires (1977) e no Festival Internacional das Ilhas Canárias (1980).

 Um pedreiro. (Dayz Peixoto, 1966, 11’). Documentário poético sobre a vida pessoal e profissional de um operário da construção civil.

Toninho abrindo as portas do Palácio (Sônia Fardin, 2001, 2’). Toninho instala seu Gabinete de prefeito no Palácio dos Azulejos. 

Livro de visitas (Juliana Siqueira, 2013, 3’). Curta-metragem produzido a partir dos depoimentos deixados pelos frequentadores do MIS Campinas em seu Livro de Visitas.

Padre Milton Santana (Juliana Siqueira, 2013, 20’). A luta de um padre de Campinas, já falecido, que praticou uma doutrina que une cristianismo com socialismo, isto é, a teologia da libertação.

 

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/